segunda-feira, julho 27, 2015

breve lapso demencial na fábrica do espaço-tempo

então você tá lendo um daqueles livros do Philip K. Dick em que objetos começam a apodrecer e desaparecer e se encher de mensagens estranhas até que os personagens se dão conta que estão todos semimortos vivendo na realidade mental de outra pessoa e... enfim, aquela paranoia básica.
só que aí você levanta os olhos para a sua sala de estar e se dá conta que SUA BICICLETA DESAPARECEU DALI.
apavorado pela perspectiva de que a realidade está se fragmentando irreversivelmente, você corre em debandada pela sua rua em direção ao mar, buscando a última chance de provar que o espaço-tempo como você sempre o conheceu continua existindo.
e aí você descobre que apenas esqueceu a sua bicicleta trancada na Praia Vermelha por uma semana sem se dar conta, em um desses surtos de demência que lhe acometem volta e meia.a realidade continua intacta. Já a sua sanidade mental...

sábado, julho 25, 2015