quarta-feira, maio 20, 2009

meu presente de aniversário pra mim mesmo














não é o resultado de trinta anos vividos, e nem uma compensação por envelhecer. Mas é o que sobra do processo. A arte são os escombros da vida.

4 comentários:

verapz disse...

quando poderemos lê-lo?

olavo disse...

hã, "depois de mim" parece bom o bastante?

verapz disse...

fico na espera

Biti disse...

Me too!