domingo, setembro 28, 2008

filhos rebeldes e surpresas legais

abri minha caixa de e-mails hoje e fui surpreendido por um punhado de mails me parabenizando por um texto meu que tinha saído no cronópios (um dos sites realmente legais de literatura do brasi, no qual até onde eu me lembrava nunca tinha publicado nada). E aí eu me perguntei "ué, que texto?", e procurando dei de cara com um troço que tinha escrito há uns seis meses atrás pro jornal vaia, em mídia impressa mesmo, que de alguma forma se esgueirou pra dentro da web sem eu saber e acabou postado lá.
suponho que algumas pessoas poderiam ter ficado bravas com a história. Eu diria que é exatamente por causa desse tipo de situação que eu escrevo. Como os filhos, as palavras só começam a ter graça de fato quando saem do teu controle. Por mim, podem seguir roubando o carro da garagem quando quiserem.

4 comentários:

Daniel Pereira dos Santos disse...

Caramba! Muito bom este seu texto (http://www.cronopios.com.br/site/internet.asp?id=3543)

profiteroles ou carolina recheada disse...

que delícia de último parágrafo. sentir o controle se esvaindo dos dedos é liberdade. bjs carô

olavo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
olavo disse...

valeu. Não sabia que tu aparecia por aqui, by the way.